SEO para eCommerce: 10 regras fundamentais

SEO for eCommerce

Uma plataforma online de vendas ou uma loja online terá sempre de competir contra a diversidade e multiplicidade de estabelecimentos digitais que povoam a rede. Ainda que, por vezes, possa parecer difícil a tarefa de destacar os seus conteúdos e de promover as vendas desejadas, a verdade é que tal se torna perfeitamente possível através de uma correcta estratégia de SEO para eCommerce.

Tratando-se de um mecanismo de optimização de pesquisas (Search Engine Optimization), as estratégias de SEO irão promover uma melhoria das estruturas e do funcionamento de um determinado espaço ou rede, garantindo um funcionamento mais dirigido e eficaz, que se traduzirá num maior sucesso.

Ao promover a visibilidade do espaço na Internet, facilitando o encontro entre os utilizadores dos motores de busca e o conteúdo oferecido pelo site, estas estratégias são uma forma eficaz de chegar ao sucesso com o seu negócio.

Para que atinja tais resultados, e de forma constante, no entanto, existem algumas regras fundamentais a ter em consideração. Os mecanismos de content marketing e as preocupações com o web design são exemplos disso mesmo, tratando-se de pontos fundamentais para a conquista dos seus objetivos.

Para garantir que opta pelas melhores formas de impulsionar o seu site, sugerimos 10 regras fundamentais para garantir o sucesso do seu negócio online.

1. Preocupe-se com a plataforma

A escolha de uma plataforma é muito importante para garantir o sucesso do seu projeto ou negócio online. A plataforma escolhida tem um impacto direto nas estratégias de SEO e deve ser criada e optimizada para garantir a possibilidade de escolha de configurações adequadas.

Um erro muito frequente é a escolha de uma plataforma tendo unicamente em consideração o seu preço. Por vezes, as plataformas mais económicas poderão ser limitativas, nomeadamente no que diz respeito à criação de um espaço apelativo, funcional e de uso intuitivo.

2.Recorra a palavras-chave

Um importante passo no momento da criação de content marketing adequado a comércio online é o recurso a palavras-chave que ajudem a tornar os produtos comercializados visíveis para quem os procura nos motores de busca.

Existem fundamentalmente dois tipos de palavras-chave a usar: as head tail (geralmente mais curtas e menos específicas, com maior probabilidade de serem procuradas) e as long tail (mais especificas e dirigidas a um consumidor amadurecido, que sabe o que deseja, com maior probabilidade de resultar em compras). Para garantir o sucesso do site, será importante que ambos os tipos de palavras-chave sejam utilizados.

3. Escolha os títulos e use heading tags

As palavras-chave que mencionámos serão mais eficazes caso faça uso delas nos títulos e subtítulos das páginas do seu site.

As heading tags utilizadas são H1, H2 e H3; tratando-se estas de um forma de hierarquizar os títulos do texto e de salientar a importância de determinadas expressões de busca mais corrente.

4. Use sempre uma Meta Description

Ao fazer a pesquisa nos motores de busca provavelmente já se terá deparado com o pequeno texto que acompanha os resultados da pesquisa. O nome disto é Meta Description e a criação da mesma é fundamental para motivar os utilizadores a clicar no link que o levará ao seu site.

Crie uma descrição sucinta e direta, com menos de 160 caracteres, que apele à acção e que descreva os produtos ou categorias do seu espaço digital. Não se esqueça que não basta aparecer bem posicionado no Google, também tem de convencer os utilizadores a entrar no seu site quando estes vêem o seu site nos resultados de pesquisa.

5. Crie ligações internas

A criação de links internos promove, para os motores de busca, uma maior credibilidade e relevância para um determinado site. Assim, torna-se importante, que uma página principal remeta, através deste tipo de ligações, para páginas menos visitadas do mesmo site, para assim aumentar a visibilidade de todas elas.

6. Aposte em páginas completas

O content marketing vive muito da diversidade e qualidade dos conteúdos: imagens, descrições, pormenores e detalhes sobre produtos, sugestões, vídeos, avaliações de consumidores ou uma secção de perguntas e respostas poderão ser mais-valias para ajudar a elevar o número de visualizações de um site e levar, assim, também a um maior número de vendas.

7. Preocupe-se com o web design

Na criação de uma página, o design não será apenas uma questão de imagem. Trata-se de uma preocupação que ajudará a tornar o site intuitivo, conferindo-lhe uma arquitetura própria, que facilite a navegação.

As ferramentas utilizadas e incluídas no site poderão ser uma mais-valia para garantir que, após ter encontrado o seu espaço online, o utilizador se mantenha no mesmo. Quanto mais tempo o usuário permanecer no site, maior será a probabilidade de que venha a gerar uma venda.

8. Evite duplicações

Os conteúdos duplicados fazem com que o site tenha menos destaque nos motores de pesquisa. Assim, torna-se fundamental, para fortalecer o SEO de sites de eCommerce, que o conteúdo criado seja único e original.

A criação de conteúdos originais será um fator de diferenciação relativamente a outras páginas, destacando-o da concorrência e dando-lhe maior relevo nas pesquisas.

9. Mantenha o site atualizado

A criação de novos conteúdos para eCommerce, que apelem ao seu público-alvo é, evidentemente, muito importante para atrair a atenção de quem navega pelos motores de busca. Além disto, no entanto, manter um site atualizado significa, também, ter atenção a pormenores como links quebrados ou informação desatualizada, sendo importante que se evite cair nestes erros.

10. Confie em profissionais

A gestão das estratégias de pesquisa para lojas online nem sempre é tão intuitiva quanto parece. A subscrição de newsletters sobre este tipo de temática ou a aquisição de produtos e serviços de gestão para sites e redes sociais pode ser uma mais-valia para o seu negócio, impulsionando os resultados e ajudando-o a atingir o sucesso desejado.

2018-06-28 // SEO